Índia
Calcutá - Seminário Maior «Morning Star»

 

O Seminário Maior «Morning Star» (Estrela da Manhã) foi fundado em 1968, no Estado de West Bengal, Calcutá, e forma seminaristas provenientes de várias dioceses do Norte da Índia.

Por ocasião do seu 40º aniversário deu-se início ao projeto de construção de uma nova ala, para hospedar uma nova biblioteca, dotada de equipamentos modernos, que oferece novas e cada vez mais amplas possibilidades de estudo aos alunos leigos e religiosos, mas também a outros visitantes. Além de uma significativa participação local e da contribuição substancial da Pontifícia Obra de São Pedro Apóstolo, o projeto foi realizado inclusive com a participação de diversos organismos, como «Missio Aachen» e «Kirche in Not», e das dioceses alemãs de Koln, Rottenburg e Stuttgart.

México
Tarahumara

 

O novo seminário filosófico que se deseja construir está situado na diocese de Tarahumara, uma região pobre e montanhosa, habitada por uma população indígena, os Tarahumaras, no Estado de Chihuahua, no Norte do México.

A diocese dá muita importância à cultura do povo Tarahumara e deseja que os seminaristas realizem as primeiras fases da sua formação em contato estreito com as tradições culturais e religiosas do seu próprio povo. A população local já ofereceu o terreno e está disposta a contribuir com a necessária mão de obra. A Pontifícia Obra de São Pedro Apóstolo deseja ser o principal patrocinador, enquanto procura outras entidades que possam colaborar.

Benim
Abomey - Seminário Filosófico «Saint Paul de Djime»

 

O Seminário Filosófico «Saint Paul de Djime», localizado na diocese de Abomey (Benim), é um seminário nacional interdiocesano que conta 152 seminaristas (fevereiro de 2014). Em 2014-2015 dar-se-á início ao terceiro ano de filosofia, para responder às exigências de uma boa formação académica dos futuros presbíteros.

A fim de poder hospedar os 65 novos seminaristas começou-se, entre outros com a ajuda da OSPA, a construção de um edifício de três andares, que será realizado em três etapas sucessivas.

República Democrática do Congo
Kole - Seminário Menor «Saint Kizito»

 

Em 2013, o Seminário Menor «Saint Kizito», localizado na diocese de Kole, na República Democrática do Congo, recebeu da OSPA um subsídio extraordinário para a construção de algumas novas salas de aula. Em 2014 o seminário, que ainda não dispunha de um verdadeiro lugar de oração, conseguiu construir uma capela, sempre com a ajuda da OSPA.

HISTÓRIA

A Obra de São Pedro Apóstolo nasce na França (1889), por sugestão de D. Cousin, Vigário Apostólico de Nagasaki, no Japão. D. Cousin, bispo missionário, desejava formar sacerdotes indígenas, capazes de anunciar o Evangelho e fazer crescer a Igreja no meio do seu próprio povo. Por isso, era necessário construir e ajudar seminários nas «terras de Missão».

Para realizar este projeto, D. Cousin vai ter com Jeanne Bigard e com a sua mãe Stefanie, de uma família abastada da Normandia.

 

Quando o seu pai falece, Jeanne vende todos os seus bens, destinando-os para as missões; depois, retira-se com a mãe num pequeno apartamento de dois quartos, dedicando-se totalmente à organização de orações e de angariação de fundos para a construção do seminário japonês de D. Cousin.

A sua extensa correspondência com os numerosos missionários presentes em vários países leva-a a desejar comprometer outros grupos de pessoas para procurar apoio financeiro e espiritual para outros projetos missionários. É da organização destes grupos de leigos católicos que nasce, de 1889 a 1896, uma Associação que sucessivamente se tornará a Obra de São Pedro Apóstolo. Em 1894 Jeanne Bigard imprime o seu primeiro Manifesto, destinado a todos os cristãos, para encorajar esta ajuda ao desenvolvimento das Missões católicas. Em 1896 reúne-se pela primeira vez o Conselho de Administração da Obra e imprime-se o primeiro opúsculo de propaganda.

 

A Obra é oficialmente fundada em 1889, na cidade de Caen, na França. Inicialmente, a sede é transferida para Paris, em 1901, e em seguida para Freiburg, na Suíça. Desde 1920 a sede encontra-se em Roma.

 

Com a Carta Encíclica Ad extremas Orientis, o Papa Leão XIII recomenda a Obra à Igreja inteira, e no dia 3 de maio de 1922, Pio XI declara a Obra de São Pedro Apóstolo «Pontifícia», juntamente com as outras duas precedentemente fundadas (Propagação da Fé e Infância Missionária).

MISSÃO - FAQ

A Obra de São Pedro Apóstolo promove, nas comunidades cristãs, a consciência da necessidade de desenvolver o clero local e a vida consagrada nas Igrejas missionárias de recente fundação.

Anima e coordena a colaboração missionária em todas as Igrejas locais, através da oferta de orações, de sacrifícios e de dinheiro, para sustentar a formação de futuros sacerdotes, religiosos e religiosas das jovens Igrejas, bem como a necessária preparação dos seus formadores.

Angaria e distribui ajudas financeiras para sustentar os seminários e as casas de formação dos jovens religiosos e religiosas, em colaboração com as comunidades cristãs locais e sob a guia dos seus pastores.

A colaboração financeira da Obra de São Pedro Apóstolo realiza-se através dos Subsídios ordinários para a manutenção dos seminaristas, noviços e noviças; os Subsídios extraordinários, para a construção de novos seminários e para os projetos de autofinanciamento daqueles já existentes; as Bolsas de estudo e as «Intenções de Santas Missas», para sustentar os formadores e os respetivos programas de estudo.

 

FAQ - Perguntas mais Frequentes 

O que é a Pontifícia Obra de São Pedro Apóstolo?

É uma Instituição da Igreja universal fundada para sensibilizar o povo cristão às necessidades da formação do clero nos países de Missão e para convidar a todos a uma colaboração espiritual e material na preparação dos candidatos ao sacerdócio e à vida religiosa.

Como nasceu a Pontifícia Obra de São Pedro?

A Obra é fruto da paixão missionária de Jeanne Bigard e de sua mãe Stephanie que, no final do século XIX, na França, fundaram esta Obra, lembrando a toda a Igreja  o insubstituível papel reservado ao clero local nas missões e promovendo o seu sustento espiritual e material.
A Obra, nascida como iniciativa  inspirada pelo Espírito Santo, logo se propagou com o apoio da Santa Sé, que lhe deu o caráter de Obra Pontifícia (3 de maio de 1922), para lhe garantir uma maior eficácia e um caráter universal.

Em que sentido a Obra é "Pontifícia”?

É Pontifícia porque é uma Instituição a serviço do Papa e do Colégio dos Bispos. Em virtude do seu ministério de Pastor Supremo da Igreja e em comunhão com todos os Bispos do mundo, o Santo Padre tem, como ninguém, uma visão global das necessidades de cada uma das Igrejas locais.
Cabe ao Santo Padre chamar os outros Pastores à sua responsabilidade missionária universal e convidá-los para que participem na tarefa comum da evangelização do mundo. O Papa exerce a sua autoridade sobre as Pontifícias Obras Missionárias através da Sagrada Congregação para a Evangelização dos Povos.

Que ajuda concreta oferece  a Obra de São Pedro Apóstolo?

As ajudas desta Obra são dadas sob forma de subsídios ordinários e de subsídios extraordinários.
São ordinários os subsídios finalizados ao normal funcionamento dos seminários e concedidos todos os anos em base ao número de seminaristas.
Os subsídios extraordinários são dados para a construção de novos seminários, eventuais reestruturações, ampliações ou outras necessidades especiais do seminário.

Como são recolhidas e distribuídas as ajudas da Obra de São Pedro Apóstolo?

A Obra constituiu um Fundo Mundial de Solidariedade alimentado pelas ofertas enviadas todos os anos pelas comunidades cristãs dos 120 países em que desenvolve a ação de sensibilização que lhe é própria. 
As Igrejas que frequentemente também participam com o próprio contributo para o fundo Universal da Obra.
O espírito que as anima é o mesmo das primeiras comunidades cristãs. "E vendiam suas propriedades e bens e os repartiam por todos, segundo a necessidade de cada um" (At 2,45). Este Fundo exprime a catolicidade e a comunhão de toda a Igreja. A Obra dedica-se às necessidades de todas as Igrejas das missões, particularmente as mais necessitadas, seja porque de recente fundação seja por pertencerem a países com poucos meios económicos.
Os pedidos de subsídio chegam ao Secretariado Internacional da Obra que os recolhe segundo os países e continentes de proveniência; logo depois são submetidos a um primeiro exame que verifica a existência dos requisitos objetivos descritos acima; é sempre necessária a aprovação das autoridades eclesiásticas locais. Depois disso é redigida uma proposta de subsídio para cada seminário; tal proposta é discutida pelos Diretores Nacionais das Pontifícias Obras Missionárias durante a Assembleia Geral que se realiza cada ano em Roma no mês de Maio sob o patrocínio da Congregação para a Evangelização dos Povos. 
Os Diretores determinam colegialmente a definitiva aprovação do plano dos subsídios que então são enviados aos seminários interessados por meio das Nunciaturas Apostólicas.

Quem deve apresentar os pedidos de ajuda?

Deve ser apresentado pelo Reitor para os Seminários Maiores e Propedêuticos. Pelo Bispo ou o Reitor  para os Seminários Menores. Os pedidos de ajuda para manutenção (subsídio ordinário) devem ser enviados com um formulário específico até o dia 31 de Janeiro.
Os pedidos para construções, ampliações, restruturações e outras necessidades do Seminário (subsídio extraordinário) também devem ser enviados com um formulário específico até o dia 31 de Janeiro. Todos os pedidos devem ser enviados através da Nunciatura Apostólica local.

As Congregações Religiosas também podem receber ajuda?

Embora a prioridade da Obra seja a formação do clero diocesano, a P.O.S.P.A. pode também atribuir  subsídios para a manutenção dos noviços e das noviças do I ano canónico nos Noviciados situados nos países de Missão.
Estes pedidos de subsídio devem ser apresentados pelo Superior da Congregação, recolhidos pela Conferência dos Superiores Maiores da própria Nação, e enviado ao nosso Secretariado Internacional em Roma  através da Nunciatura Apostólica local. Todos os pedidos para os Noviciados devem ser apresentados até o dia 31 de julho.

Há alguma contribuição para os estudos universitários dos sacerdotes?

Quanto à formação universitária do clero local, a Obra de São Pedro Apóstolo contribui por  meio de bolsas de estudo para cursos de especialização  que podem ser realizados nos Institutos Superiores da África.
Os sacerdotes dos países de missão que frequentam as universidades romanas e são alojados nos colégios missionários da Fundação Pontifícia Domus Missionalis (Colégio S. Pedro Apóstolo, Colégio S. Paulo Apóstolo, Colégio S. José)são subsidiados pelo fundo do Dia Mundial das Missões, gerido pela Pontifícia Obra Missionária da Propagação da Fé.
Os Bispos que desejam apresentar candidatos para estes colégios, devem enviar o pedido à Congregação para a Evangelização dos Povos, até ao dia 31 de Dezembro.

As religiosas podem receber a mesma ajuda para estudos superiores?

O mesmo fundo do Dia Mundial das Missões subsidia também o Colégio Mater Ecclesiae, da Domus Missionalis, em Castel Gandolfo (Roma), que acolhe as religiosas provenientes dos países de missão. 
As Superioras das Congregações que queiram enviar alguma religiosa para estudar em Roma, podem enviar o pedido à Diretora do Colégio Mater Ecclesiae, sempre através da Nunciatura Apostólica.  Os prazos válidos para a apresentação dos pedidos são os mesmos dos sacerdotes (31 de Dezembro).

A Obra de São Pedro Apóstolo também intervém em situações de emergência?

As intervenções da Obra são realizadas dentro de uma cooperação planificada e regular que, porém, não exclui ajudas para particulares e necessidades imprevistas.

Como se pode sustentar a Obra de São Pedro Apóstolo?

O testemunho de urna vida evangelicamente inspirada, a oferta de sacrifícios, a oração diária e o empenho concreto, mesmo dentro do âmbito da própria comunidade para a promoção de novas vocações à vida sacerdotal e religiosa e missionária são, sem dúvida, as principais modalidades por meio das quais se exprime a força desta Obra.
Como todos os batizados são chamados a cooperar à missão universal da Igreja, a Obra dirige-se a todo o Povo de Deus: famílias, comunidades de base, paróquias, escolas, movimentos e associações, grupos eclesiais, bispos, sacerdotes, religiosos, irmãs e leigos.
Não menos importante é a oferta de contribuições económicas, absolutamente livres, na medida da possibilidade de cada um. As ofertas, heranças, etc.,  podem ser enviadas à Direção Nacional das Pontifícias Obras Missionárias (Obra de São Pedro Apóstolo) presente em cada Nação.

A quem se podem pedir ulteriores informações sobre a Obra?

Podem-se pedir  diretamente ao Secretário-Geral da Obra Pe. Fernando Domingues mccj :

Secretariado Internacional da Pontifícia Obra de São Pedro Apóstolo
Via di Propaganda 1/c 
00187 ROMA.
Tel.: 06/69 88 02 28 Fax: 06/69 88 01 08 

E-mail: bigard@pospa.va
Sitio Web: www.ppoomm.va

REGISTRO
Títolo
Nome*
Sobrenome*
Email oficial*
Email pessoal
Função*
Nação*
Cidade*
Diocese*
Telefone
Endereço
Código Postal
MENSAGEM

PASSWORD ESQUECIDA
USUARIO

PONTIFÍCIA OBRA DE SÃO PEDRO APÓSTOLO
... Contribuir para o crescimento das jovens Igrejas,
consolidar seminários de nova construção,
e promover a formação de novos sacerdotes e instituições religiosas locais
PONTIFÍCIA OBRA DE SÃO PEDRO APÓSTOLO
... Contribuir para o crescimento das jovens Igrejas,
consolidar seminários de nova construção,
e promover a formação de novos sacerdotes e instituições religiosas locais
PONTIFÍCIA OBRA DE SÃO PEDRO APÓSTOLO
... Contribuir para o crescimento das jovens Igrejas,
consolidar seminários de nova construção,
e promover a formação de novos sacerdotes e instituições religiosas locais
PONTIFÍCIA OBRA DE SÃO PEDRO APÓSTOLO
... Contribuir para o crescimento das jovens Igrejas,
consolidar seminários de nova construção,
e promover a formação de novos sacerdotes e instituições religiosas locais
PONTIFÍCIA OBRA DE SÃO PEDRO APÓSTOLO
... Contribuir para o crescimento das jovens Igrejas,
consolidar seminários de nova construção,
e promover a formação de novos sacerdotes e instituições religiosas locais
HISTÓRIA
A Obra de São Pedro Apóstolo nasce na França (1889), por sugestão de D. Cousin, Vigário Apostólico de Nagasaki, no Japão. D. Cousin, bispo missionário, desejava formar sacerdotes indígenas, capazes de anunciar o Evangelho e fazer crescer a Igreja no meio do seu próprio povo. Por isso, era necessário construir e ajudar seminários nas «terras de Missão». Para realizar este projeto, D. Cousin vai ter com Jeanne Bigard e com a sua mãe Stefanie, de uma família abastada da Normandia.   Quando o seu pai falece, Jeanne vende todos os seus bens, destinando-os para as missões; depois, retira-se com a mãe num pequeno apartamento de dois quartos, dedicando-se totalmente à organização...

MISSÃO - FAQ
A Obra de São Pedro Apóstolo promove, nas comunidades cristãs, a consciência da necessidade de desenvolver o clero local e a vida consagrada nas Igrejas missionárias de recente fundação.
Anima e coordena a colaboração missionária em todas as Igrejas locais, através da oferta de orações, de sacrifícios e de dinheiro, para sustentar a formação de futuros sacerdotes, religiosos e religiosas das jovens Igrejas, bem como a necessária preparação dos seus formadores.
Angaria e distribui ajudas financeiras para sustentar os seminários e as casas de formação dos jovens religiosos e religiosas, em colaboração com as comunidades cristãs locais e sob a guia dos seus pastores...



Projetos
República Democrática do Congo





PONTIFÍCIA OBRA DE SÃO PEDRO APÓSTOLO
Secretariado Internacional
Via di Propaganda, 1C 00187 ROMA
Telefone: (0039)06 698 80228 Fax: (0039)06 698 80276 E-mail: bigard@pospa.va


OBRAS PONTIFÍCIAS MISSIONÁRIAS
Secretariados Internacionais
PRIVACY
CONDIÇÔES DE UTILIZAÇÃO
DISCLAIMER
COPYRIGHT ©2017OBRAS MISSIONÁRIAS PONTIFÍCIAS TODOS OS DIREITOS RESERVADOS