HISTÓRIA

O Beato Paulo Manna, «cujo nome merece ser inscrito com letras de ouro nos anais da Igreja» (Paulo VI, Carta Apostólica Graves et Increscentes, 1966), é o fundador da União Missionária do Clero. Ele estava persuadido de que, enquanto os sacerdotes e os bispos não se convertessem à ideia missionária, as missões permaneceriam um acontecimento confiado unicamente a um punhado missionários, absolutamente insuficientes para a missão universal da Igreja. Ele tinha em mente uma associação do clero cuja única finalidade fosse animar e infundir o anseio missionário nos pastores, nos formadores das comunidades; eles, os sacerdotes, deviam constituir como que um exército de soldados nas trincheiras, para ajudar e sustentar quantos se encontravam na linha de vanguarda. Somente com esta condição todas as comunidades podem tornar-se missionárias. Esta União é pensada como «escola de educadores ao serviço apostólico, vivida em chave universalista».

Em 1916, a União foi aprovada pelo Papa Bento XV. Em poucos anos, a Obra propagou-se praticamente no mundo inteiro. O primeiro Congresso Internacional da União (3 de janeiro de 1922), declara a necessidade de ensinar a Missiologia nos seminários, uma ciência que ainda era desconhecida nos institutos de formação católicos. Nos seus escritos Paulo Manna insiste sobre o papel insubstituível dos presbíteros em ordem ao anúncio do Evangelho e à educação de uma consciência missionária nos leigos.

A difusão da União acontece rapidamente, depois que o Papa, na sua Carta Encíclica Maximum Illud (1919), recomenda a sua presença em todas as dioceses.

Mediante uma grande atividade de pregação e de imprensa, Paulo Manna compromete eclesiásticos e leigos no ideal missionário, enquanto desafia os jovens a pô-lo em prática. Para ele não existe uma vocação missionária distinta da vocação sacerdotal ou cristã: o seu Lema é: «Todos Missionários!»; todos os batizados, mas principalmente «cada sacerdote por sua natureza, por definição, é missionário», e «a função primária e fundamental da Igreja é a evangelização do mundo, do mundo inteiro». Este espírito missionário universal deve ser integrado no espírito de unidade com aqueles que ele é o primeiro a chamar «Irmãos separados», «condição indispensável para o triunfo integral do Evangelho no mundo». Como os Sacerdotes, assim também os Religiosos e as Religiosas, juntamente com os Leigos consagrados, constituem os agentes naturais da Missão e, mediante o decreto Huic Sacro (1944), a Congregação de Propaganda Fide oferece também a eles a pertença à União.

Com o decreto de 28 de outubro de 1956, a União recebe de Pio XII o título de «Pontifícia» e, por conseguinte, passa a chamar-se «Pontifícia União Missionária do Clero, dos Religiosos, das Religiosas e dos Leigos Consagrados».

Já em idade avançada, como que num sonho, Padre Manna estende o seu grande plano missionário de caráter profético e de alcança universal: convida as Igrejas a fundar Seminários missionários, para participar diretamente na evangelização do mundo e a prestar ajuda às jovens Igrejas de missão.

Padre Paulo Manna falece no dia 15 de setembro de 1952 e, a 4 de novembro de 2001, João Paulo II declara-o Beato.

MISSÃO

A União Missionária do Clero tem como finalidade específica o incremento do trabalho missionário e a expansão das missões através do compromisso direto daqueles que, como os Apóstolos, receberam a chamada a «ir, ensinar todas as nações, batizando-as em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo...» (Mt 28, 19). O objetivo do seu afã não se limita unicamente a dar a conhecer os progressos da fé no mundo e nem a ajudar os missionários com orações e ofertas, mas consiste sobretudo em sustentar e em tornar a Igreja capaz de desempenhar a sua tarefa de evangelização, com mais missionários, com o Clero indígena e com leigos comprometidos.

A PUM deseja:

  • promover a consciência missionária entre os seminaristas, os sacerdotes e os religiosos;

  • animar todos os animadores do Povo de Deus para a Missão (cf. RM 84), difundindo e promovendo as demais POM;

  • favorecer a união dos cristãos, a fim de que «sejam perfeitos na unidade, e para que o mundo reconheça que Tu me enviaste...» (Jo 17, 23);

  • pôr a Igreja inteira «em estado de missão»; 

  • meditar a Sagrada Escritura para compreender o plano de salvação universal de Deus e conhecer a natureza missionária da sua Igreja;

  • ler e estudar os documentos do Concílio Vaticano II e as encíclicas missionárias dos Papas;

  • ver a sua história pessoal e a história da própria Igreja numa perspetiva mundial, para pensar e agir a nível universal;

  • rezar ao «Senhor da messe, a fim de que envie operários para a sua messe» (Mt 9, 37-38).
LA REGISTRAZIONE
Titolo
Nome*
Cognome*
Email Ufficiale*
Email Personale
Ruolo*
Nazione*
Citta*
Diocesi*
Telefono
Indirizzo
Codice Postale
MESSAGGIO

PASSWORD DIMENTICATA
UTENTE

PONTIFÍCIA UNIÃO MISSIONÁRIA
...Inspirar na Igreja a paixão para a missão e mover
as comunidades cristãs a cooperarem na evangelização
PONTIFÍCIA UNIÃO MISSIONÁRIA
...Suscitar na Igreja a paixão para a missão
e mover as comunidades cristãs a cooperarem na evangelização
PONTIFÍCIA UNIÃO MISSIONÁRIA
...Suscitar na Igreja a paixão para a missão
e mover as comunidades cristãs a cooperarem na evangelização
PONTIFÍCIA UNIÃO MISSIONÁRIA
...Suscitar na Igreja a paixão para a missão
e mover as comunidades cristãs a cooperarem na evangelização
PONTIFÍCIA UNIÃO MISSIONÁRIA
...Suscitar na Igreja a paixão para a missão
e mover as comunidades cristãs a cooperarem na evangelização
HISTÓRIA
O Beato Paulo Manna, «cujo nome merece ser inscrito com letras de ouro nos anais da Igreja» (Paulo VI, Carta Apostólica Graves et Increscentes, 1966), é o fundador da União Missionária do Clero. Ele estava persuadido de que, enquanto os sacerdotes e os bispos não se convertessem à ideia missionária, as missões permaneceriam um acontecimento confiado unicamente a um punhado missionários, absolutamente insuficientes para a missão universal da Igreja. Ele tinha em mente uma associação do clero cuja única finalidade fosse animar e infundir o anseio missionário nos pastores, nos formadores das comunidades; eles, os sacerdotes, deviam constituir como que um exército de soldados nas trincheiras, para ajudar e sus...

MISSÃO
A União Missionária do Clero tem como finalidade específica o incremento do trabalho missionário e a expansão das missões através do compromisso direto daqueles que, como os Apóstolos, receberam a chamada a «ir, ensinar todas as nações, batizando-as em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo...» (Mt 28, 19). O objetivo do seu afã não se limita unicamente a dar a conhecer os progressos da fé no mundo e nem a ajudar os missionários com orações e ofertas, mas consiste sobretudo em sustentar e em tornar a Igreja capaz de desempenhar a sua tarefa de evangelização, com mais missionários, com o Clero indígena e com leigos comprometidos.
A PUM deseja:

promover a consciên...



Atividade





PONTIFÍCIA UNIÃO MISSIONÁRIA
Secretariado Internacional
Via di Propaganda, 1C 00187 ROMA
Tel: (0039)06 698 80228 Fax: (0039)06 698 80124 E-mail: pum@org.va


PONTIFICIE OPERE MISSIONARIE
Segretariati Internazionali
PRIVACY
CONDIZIONI DI UTILIZZO
DISCLAIMER
COPYRIGHT ©2018PONTIFICIE OPERE MISSIONARIE ALL RIGHTS RESERVED