A Infância e Adolescência Missionária é o lugar da convivência fraterna

A Infância e Adolescência Missionária é o lugar da convivência fraterna

Queridos irmãos, é com muita alegria que partilhamos convosco a experiência rica e comovente que temos feito com as crianças e adolescentes da IAM, na Guiné-Bissau, pois «Não podemos deixar de falar sobre o que vimos e ouvimos» (At 4, 20). 

A Direção Nacional das Pontifícias Obras Missionárias da Guiné-Bissau, promoveu um campo de formação para os assessores e futuras crianças e adolescentes líderes da IAM, sob o tema: A Infância e Adolescência Missionária é o lugar da convivência fraterna. O encontro teve lugar em Bissau, no Centro Juvenil “Santa Maria De Mattias”, de 07 a 14 de agosto de 2022. Nela estiveram presentes 50 crianças e adolescentes líderes e 10 assessores e demais dirigentes. Éramos um universo de setenta pessoas e cada dia recebíamos visitantes entre padres, irmãs, famílias e crianças.

A semana de 07 a 14 foi especial, pois veio a coroar todo o trabalho feito durante o ano pastoral 2021-2022, no sentido de intensificar a formação, o acompanhamento e o seguimento dos conselhos de animação das Paróquias e das comunidades, de modo que as paróquias e as comunidades sejam não só lugares permanentes de animação missionária, mas também que sejam lugares de convivência fraterna, onde todos os grupos e movimentos se sintam acolhidos e ao mesmo tempo concorram para a mesma missão, nas nossas duas Dioceses e na Igreja universal..

O ambiente espacioso e toda a programação (cfr. programação do campo) permitiram as crianças e adolescentes trabalharem, viajarem sem saírem do lugar e experimentar os encantos das aventuras em conjunto que moldam a personalidade, criando o calor da amizade entre eles e com os animadores. 

O itinerário formativo começou com uma breve e comovente celebração do início do campo, que nos levou a todos a reviver momento significativo do caminho da IAM na Guiné-Bissau e em comunhão com a Igreja universal.  Enquanto entravamos, alguns dos participantes levaram em procissão:

  • Vela
  • Mapa mundo
  • Cartaz com as figuras dos 4 fundadores das Obras Pontifícias 
  • Logotipo da IAM
  • Todos os participantes

Terminado a procissão, todos tomaram os seus lugares e logo após foi proclamado o Evangelho do dia, seguido de uma breve reflexão e silêncio.

O momento comovente foi quando cada participante levantava e punha-se no meio da assembleia e pronunciava com voz forte o seu nome e em seguida dizia: Eis-me aqui Senhor! Sinal de total disponibilidade ao Senhor e ao serviço dos irmãos.

Começávamos o dia com a ginástica matinal (desporto) para acordar com energia e bem-dispostos. Em seguida, tinha um tempo de higiene. Os trabalhos iniciavam as 08h00 com um breve momento de oração, iluminada pela Palavra de Deus do dia que é a sabedoria para diferentes situações da vida (cfr. jordana tipo – programação do campo).

Os momentos das palestras, dos trabalhos de grupos e a plenária foram um ambiente de ideias, explorações (criar e improvisar músicas, desenhos) e perguntas sobre os temas abordados, que são alicerces sobre os quais irão florescer e moldar a vida futura.

No sábado, à noite, as crianças e adolescentes juntamente com os animadores, ofereceram aos convidados uma “noite cultural”, se divertiram muito e cheio de humor, tudo isso fazia despertar nas crianças a imaginação e uma boa curiosidade.

No domingo, depois do almoço, tivemos um momento de conclusão do itinerário formativo, no qual receberam o certificado de participação no campo formativo IAM, como sinal da presença do nosso acompanhamento e que nunca estamos sozinhos, que nos maiores momentos de tristeza continuamos a estar protegidos pela mão de Deus.

Gratidão infinita...

Irmã Inês Paulo Albino, asc, Diretora Nacional das POM – Guiné-Bissau